219 458 670 / 219 446 417 | geral@jf-moscavideportela.pt

3 ANOS DE MANDATO – PRIMEIRO AS PESSOAS

OBRIGADO

Não deve haver limites para expressarmos a nossa gratidão. No dia em que passa 3 anos da tomada de posse deste executivo da Junta de Freguesia de Moscavide e Portela, lembramos o mandato que nos foi confiado pelas pessoas e fazemos dele a nossa energia para continuar.

Mostrar gratidão e agradecer não tem prazo de validade.

Agradecer é um sinal de vitalidade e de compromisso, honra, privilégio e acima de tudo motivação para continuar, para ir mais longe, fazer mais, evoluir.

Quando em 2017 as pessoas desta freguesia confiaram em nós, deram-nos também a responsabilidade de implementar um projeto, trazer para a realidade a visão que partilhámos com os eleitores, fazer e concretizar uma mudança de paradigma.

Ao confiarem em nós transmitiram-nos a obrigação de cumprir com a palavra dada e cumprir a missão que nos propusemos: Aumentar a qualidade de vida; mudar a freguesia; agregar valor para o território; estimular o espírito de comunidade; promover a inclusão; colocar as pessoas sempre em primeiro lugar.

Obrigado por nos darem a oportunidade de trabalhar pela comunidade.

Após a conclusão do processo de reorganização administrativa, que nos permitia uma maior robustez financeira depois da situação de enorme fragilidade encontrada, quando tudo apontava para um aumento ritmo de crescimento de investimento em intervenções que garantiriam melhores serviços, melhor qualidade do espaço público, mais cultura, mais oferta desportiva, estamos confrontados com desafios ainda mais exigentes.

A situação gerada pela pandemia com que todos convivemos diariamente, obriga-nos a alterar o dia-a-dia e a reponderar prioridades. A prudência com que enfrentámos os primeiros meses da pandemia, criando serviços que garantissem a segurança e saúde das pessoas, acabou por ser uma medida acertada. Fomos a todo o lado por aqueles que por razões de saúde se viram privados dos movimentos habituais e naturais. Evitámos que os mais frágeis ficassem expostos a situações de risco. Conseguimos evitar que as consequências de uma doença – ainda – desconhecida fossem mais graves.

Não nos escondemos das dificuldades e das decisões, estamos onde as pessoas mais precisam de nós.
Evidentemente que esta situação teve impactos fortes na Junta de Freguesia. Obrigou-nos a cancelar, adiar ou suspender alguns projetos e ações. Porém, nada do que ficou por fazer deixou de ser necessário.

Aos poucos vamos retomando a normalidade e, sem perder de vista o valor maior da saúde, recuperámos algumas das atividades que fazem da Junta de Freguesia de Moscavide e Portela uma organização dinâmica. Este é o espírito de resistência e resiliência com que enfrentámos as dificuldades desde o início, mas é também a ambição e o compromisso que assumimos com as pessoas desta freguesia.

Queremos e vamos continuar, com a mesma determinação e força, contando com todas as pessoas que das mais variadas formas nos fazem chegar sugestões, críticas ou agradecimentos, porque é em comunidade que queremos continuar a construir este projeto comum.

Somos a grande equipa da Junta de Freguesia de Moscavide e Portela, da qual o Executivo é apenas uma parte, continuará a servir e a sentir o orgulho de estar ao lado das pessoas, e essa será sempre a nossa maior riqueza: AS PESSOAS.

Agradecer pelo privilégio destes 3 anos de trabalho em conjunto é continuar a fazer o futuro, todos os dias. JUNTOS.
Um futuro em que sabemos que amanhã será sempre mais um desafio, e o compromisso é fazer mais, fazer melhor e ser, acima de tudo, capaz de não esquecer a gratidão.

(…) nós somos felizes a fazer o que realmente é importante. (…)

Obrigado por continuarem a fazer de nós melhores todos os dias.

É assim que ocupamos o nosso tempo, a FAZER mais e MELHOR pelas PESSOAS e FREGUESIA.

(…) a política é a procura do bem comum e esta existe por causa das pessoas. (…)

Vamos Juntos. Primeiro as Pessoas!

UMA FREGUESIA PARA AS PESSOAS | COM AS PESSOAS | DE PESSOAS

Vamos continuar a plantar novas árvores, esta medida visa proporcionar um equilíbrio mais sustentável do meio ambiente, com esta ação ajudar também a combater os efeitos das alterações climáticas.

Para além da reposição das árvores que foram abatidas por questões de segurança, temos como objetivo aumentar significativamente o número de árvores na freguesia, plantando novas árvores em vários espaços verdes.

“É certo que muito falta fazer, mas é fazendo sempre, sem nunca baixar os braços, que os compromissos se vão cumprindo.”

Vamos Juntos. Primeiro as Pessoas!